A importância das commodities na economia mundial

Com grande relevância para a economia global, as commodities são matérias-primas para indústrias do mundo inteiro.

23 de Março de 2023

Hedgepoint Global Markets

O mercado de commodities é um dos maiores e que mais movimentam a economia mundial. Cada país tem suas especificidades, tanto em oferta quanto em demanda, mas o certo é que todos precisam dessas “mercadorias” (tradução literal da palavra commodity).

Muitas das commodities estão na base da alimentação e da geração de energia. Ou seja, são necessárias para todas as nações. O consumo de cada uma reflete a cultura, as preferências e as características próprias, como o clima de cada país.

A cada ano, são bilhões de toneladas e de dólares que circulam pelo mundo em commodities, seja para importação ou exportação. Nesse post, vamos entender um pouco mais desse mercado e sua importância.

O que são commodities e quais suas características?

Existem algumas características que são comuns a todas as commodities. São essas definições que dão origem a estes produtos como categoria única, já que existe uma grande variedade deles.

As commodities podem ser classificadas por origem:

  • Agrícolas (soja, milho, açúcar, algodão, biocombustíveis).
  • Minerais (petróleo, gás natural, minérios).
  • Industriais (petroquímicos).

Ou por uso:

  • Alimentos (soja, milho, açúcar).
  • Metais (minérios, aço, alumínio).
  • Energia (petróleo, gás, gasolina, biocombustíveis).
  • Fibras (pluma de algodão, fibras sintéticas).

Elas são matérias-primas geralmente produzidas em larga escala e não industrializadas. Mas a característica que talvez seja a mais marcante é a volatilidade da formação de preço das mesmas, como veremos em seguida.

Quais os principais produtores de commodities do mundo?

O Brasil atualmente está entre os maiores produtores de commodities do mundo, destacando-se principalmente entre os grãos, como a soja. Podemos citar como mais importantes produtores os países abaixo:

China – A China é o maior produtor mundial de alimentos, incluindo arroz, trigo e  milho. Além disso, o país é um importante produtor de carvão e petróleo.

Estados Unidos – Os Estados Unidos são um dos principais produtores mundiais de grãos, como milho, trigo e soja, além de carne bovina e de frango. O país também é um grande produtor de petróleo e gás natural.

Brasil – Maior produtor mundial de café, açúcar e soja, além de um dos principais produtores de milho, carne bovina e de frango. O país também é um grande produtor de outras commodities minerais.

Rússia – A Rússia é um dos principais produtores mundiais de petróleo e gás natural. O país também é um importante produtor de trigo e outros grãos.

Índia – Um dos grandes produtores mundiais de arroz, bem como de outros produtos agrícolas, como trigo, algodão e açúcar. O país também é um grande produtor de petróleo e gás natural.

Argentina – A Argentina é um dos maiores produtores mundiais de soja, bem como de carne bovina, aves e suínos. Também tem sua importância no milho, trigo e outros grãos.

Ucrânia – A Ucrânia se destaca como o quarto maior país que exporta grãos no mundo.

Como é formado o preço de uma commodity?

Uma das características que definem as commodities como uma categoria única, é a maneira como o preço das mesmas é formado. Por serem indispensáveis para a sobrevivência humana e como matéria-prima para as indústrias, a determinação de preços acontece em escala global.

São muitos os fatores que influenciam no cálculo de preço de uma commodity. Desde os custos que o produtor teve, os gastos com logística, valor do prêmio de exportação e tarifas diversas. Porém, a principal referência é o preço formado em bolsa, sendo as maiores referências a de Chicago (para grãos) e de Nova York (café, cacau, açúcar, petróleo, entre outros).

É nesse ponto que ter uma estratégia de gerenciamento de riscos é interessante para qualquer negócio dentro da cadeia de commodities, pois estão à mercê de volatilidades diversas, desde taxas, variações de câmbio e cenário político e econômico instáveis até a imprevisibilidade e as intempéries do tempo e das mudanças climáticas, já que os fenômenos naturais interferem diretamente na oscilação de preços.

Sendo assim, o hedge aparece como possibilidade, para proteção contra as volatilidades de mercado.

Diante de tantas instabilidades, como gerenciar riscos no mercado de commodities?

Com tantos aspectos influenciando fortemente na formação de preço das commodities, é imprescindível contar com um planejamento que dê mais previsibilidade para o futuro dos negócios.

Utilizar produtos de hedge é uma ótima solução disponível para evitar surpresas desagradáveis na programação financeira de quem trabalha na cadeia de commodities.

Especialidade da hEDGEpoint, este mecanismo opera como uma espécie de seguro contra as variações de preços do mercado, reduzindo os riscos nas transações.

A hEDGEpoint alia o conhecimento de especialistas, que conhecem o campo e suas inúmeras variáveis, com produtos em gestão de risco para oferecer sempre a melhor experiência em operações de futuros.

Estamos presentes globalmente, sempre preparados para atender a qualquer momento e em qualquer lugar. Entre em contato com o nosso time para saber mais sobre como utilizar este instrumento a favor dos seus negócios.

Fale com um especialista da hEDGEpoint

O melhor conteúdo de gestão de risco de commodities entregue no seu e-mail!

Inscreva-se

Follow Us

 

Follow Us

   

hEDGEpoint ©️2021. All rights reserved.

Privacy Settings
We use cookies to enhance your experience while using our website. If you are using our Services via a browser you can restrict, block or remove cookies through your web browser settings. We also use content and scripts from third parties that may use tracking technologies. You can selectively provide your consent below to allow such third party embeds. For complete information about the cookies we use, data we collect and how we process them, please check our Privacy Policy
Youtube
Consent to display content from - Youtube
Vimeo
Consent to display content from - Vimeo
Google Maps
Consent to display content from - Google