Um ano de alta de juros – Revisão e Perspectivas

Nossos especialistas Alef Dias e Heitor Paiva analisaram as causas da alta de juros, seus impactos nas commodities, e a relação com a fragilidade das moedas emergentes e a crise bancária.

21 de Março de 2023

Hedgepoint Global Markets

O que levou o aumento dos juros?

Após mais de uma década de baixa inflação, as economias centrais enfrentam um rápido aumento da inflação desde 2021.

Os gargalos logísticos, a guerra na Ucrânia e o aumento da demanda devido à reabertura das economias ocidentais após a Covid são algumas das principais causas por trás disso.

Isso fez com que os bancos centrais realizassem a maior alta monetária dos últimos 40 anos. As taxas são elevadas encarecem o crédito, reduzem a atividade econômica e, consequentemente, a demanda por bens – amenizando a pressão sobre os preços.

Impacto dos juros nas commodities

Os bancos centrais não só aumentaram as taxas de juros. Eles também reduziram seus balanços em 2022.

A menor liquidez e as altas taxas de juros impactam negativamente os preços das commodities, uma vez que a fraca atividade econômica demanda menos matéria-prima. Tais circunstâncias também acarreta em uma menor demanda financeira por esses ativos.

 

Fraqueza das moedas emergentes e crise bancária

As moedas emergentes foram prejudicadas pela alta das economias desenvolvidas. Crise bancária deixa tudo mais díficil.

O aumento das taxas de juros nas economias desenvolvidas enfraqueceu as moedas emergentes, bem como impactou os bancos com políticas de gestão de risco questionáveis.

O Fed agora enfrenta um dilema

Embora os níveis de inflação tenham esfriado substancialmente, eles permanecem muito acima das metas dos bancos centrais. Por causa disso, pode ser muito cedo para dar como encerrado esse ciclo de altas.

No entanto, manter as taxas altas pode aprofundar a crise bancária – o que pode ter um impacto enorme na atividade econômica e na estabilidade financeira. No final das contas, os custos econômicos de uma profunda crise bancária parecem maiores do que os de viver por mais tempo os atuais níveis de inflação. Consequentemente, o Fed e outros bancos centrais poderiam optar por fornecer mais liquidez e reduzir o ritmo de alta de suas taxas para garantir a estabilidade financeira.

O melhor conteúdo de gestão de risco de commodities entregue no seu e-mail!

Inscreva-se

Follow Us

 

Follow Us

   

hEDGEpoint ©️2021. All rights reserved.

Privacy Settings
We use cookies to enhance your experience while using our website. If you are using our Services via a browser you can restrict, block or remove cookies through your web browser settings. We also use content and scripts from third parties that may use tracking technologies. You can selectively provide your consent below to allow such third party embeds. For complete information about the cookies we use, data we collect and how we process them, please check our Privacy Policy
Youtube
Consent to display content from - Youtube
Vimeo
Consent to display content from - Vimeo
Google Maps
Consent to display content from - Google